Mano Menezes (2008-2010)

Mano Menezes comandou o Corinthians durante três temporadas, alcançou números expressivos, bateu inúmeros recordes, conquistou três títulos (Copa do Brasil-2009, Campeonato Paulista-2009 e Campeonato Brasileiro Série B-2008) e dois vices (Copa do Brasil-2008 e Torneio Cidade de Londrina-2010). É o quinto técnico com mais partidas pelo Timão, com 185 jogos, e o segundo com mais conquistas oficiais. Saiu do clube em julho de 2010 para dirigir a seleção brasileira. Dodge photos neon

A trajetória de Mano Menezes no Alvinegro começou em 5 de dezembro de 2007, alguns dias após o rebaixamento no Brasileirão. No dia da apresentação afirmou que conduzir o clube à elite do futebol era o “maior projeto do futebol brasileiro”. A situação naquele momento, no entanto, não era nem um pouco animadora. O clube tinha uma dívida de mais de R$ 100 milhões, estava rompendo a parceria com a MSI, não contava com grandes jogadores e ainda estava sob forte pressão da torcida.

Em conjunto com Antônio Carlos Zago, diretor de futebol, Mano Menezes conduziu um trabalho de reformulação do elenco. Entre dezembro de 2007 e janeiro de 2008, foram dispensados 22 jogadores e outros 15 foram contratados. O goleiro Felipe, o volante Bruno Octávio, o meio-campista Lulinha e os atacantes Dentinho e Finazzi foram alguns poucos jogadores mantidos entre os titulares. Antes do início da Série B ainda foram contratados mais cinco jogadores, entre eles Douglas e Elias.

O time surpreendeu ao chegar a decisão da Copa do Brasil-2008, eliminando Goiás, São Caetano e Botafogo, mas uma derrota para o Sport na decisão acabou com a chance de conquista. O vice foi superado durante a Série B, numa campanha em que o Timão bateu os recordes de vitórias (25), pontos conquistados (85), saldo de gols (50) e invencibilidade (20 partidas). Foi a melhor campanha de um grande clube na Série B. No final, a diferença para o Santo André, vice-líder, foi de 17 pontos.

De volta à primeira divisão, o técnico iniciou uma nova fase de reformulação. Dessa vez contou com a contratação do atacante Ronaldo, o que fez o clube virar manchete no mundo inteiro, e mais cinco contratações. Mano conduziu o time na conquista do Campeonato Paulista-2009, de forma invicta (o que não acontecia no estadual desde 1972 e igualando as campanhas do clube em 1914, 1916, 1929 e 1938), e a Copa do Brasil, numa disputa com o Internacional (sensação da temporada).

Durante a campanha no Estadual e na Copa do Brasil, o time alcançou a marca de 26 jogos invictos no Pacaembu (a maior da história do clube no estádio). Ficou sem perder entre agosto de 2008 e maio de 2009. Nesse período foram 20 vitórias e seis empates, com 60 gols marcados e 16 sofridos. Mano ainda antigiu a marca de 25 jogos invictos em 2009 – a maior sequência entre os clubes da Série A e B no ano. De janeiro à março, foram 16 vitórias, nove empates, 49 gols pró e 18 contra.

Fora de campo, Mano ainda contribuiu na elaboração do projeto de reforma do Centro de Treinamento do Parque Ecológico, que passou a se chamar CT Joaquim Grava em 2010, e a reforma das instalações dos jogadores no Parque São Jorge, além das obras de melhoria do Estádio Alfredo Schürig. Também foi alvo de uma campanha de marketing do clube, com o slogan “Sou Mano do Mano”, que foi utilizada em camisetas e adesivos em 2008-2009.

Em 2010, Mano teve pela frente o desafio mais ambicioso do clube: a conquista da Copa Libertadores. Para isso o time foi reforçado com jogadores experientes como Danilo, Iarley, Roberto Carlos e Tcheco, além de jovens promessas como Defederico e Edno. Na primeira fase venceu cinco jogos e empatou um, conseguindo a melhor campanha entre os 32 clubes participantes do torneio sul-americano, mas foi eliminado nas oitavas de final no confronto contra o Flamengo.

Houve pressão de parte da torcida para demitir o treinador, uma vez que o clube havia fracassado também no Paulista-2010 (ficou de fora das semifinais). A diretoria, contudo, segurou Mano Menezes no cargo e foi recompensada com o melhor início do clube no Campeonato Brasileiro na era dos pontos corridos. Em 11 jogos, foram sete vitórias, três empates e uma derrota, com 20 gols marcados e 12 sofridos. Sob o comando de Mano, o Timão liderou a competição por dez jogos.

Só que o treinador deixou o clube antes do previsto com um convite para dirigir a seleção brasileira. O convite foi feito na noite de 23 de julho, dois dias antes da partida contra o Guarani pela 11ª rodada do Brasileiro. Mano aceitou e oficializou sua saída no dia seguinte. A despedida foi feita numa entrevista no Parque São Jorge, com o presidente Andrés Sanchez e o vice de futebol Mário Gobbi. Sanchez se emocionou ao anunciar a saída do técnico e Mano agradeceu ao clube.

"Trabalhar no Corinthians foi uma grande oportunidade. Quando fui convidado entendi que seria uma grande oportunidade para fazer um trabalho bem realizado. Vivemos momentos difíceis e felizes. Ainda bem que foram mais momentos felizes. A participação do torcedor foi maravilhosa! Nossas viagens pelo Brasil, desde os tempos de Série B deixaram isso muito claro. Tentamos sempre colocar em campo uma equipe que correspondesse esse sentimento do torcedor", disse em sua despedida.

A última partida pelo clube foi contra o Guarani, no Pacaembu, com uma vitória por 3-1. Mano foi homenageado e teve seu nome gritado repetidas vezes no estádio. Curiosamente, sua estreia pelo clube também foi contra o Guarani, só que no Morumbi, com uma vitória por 3-0. No total, Mano ficou 963 dias no comando do Corinthians, com 185 jogos, 103 vitórias, 49 empates e 33 derrotas, além de 320 gols marcados e 176 sofridos. Teve aproveitamento de 65% dos pontos disputados.

               
DADOS

Nome: Luís Antônio Wenker Menezes
Nascimento: 11/06/1962, Santa Cruz do Sul (RS)
Seleções: Brasil (2010- )
Principais clubes:
Guarani-RS (1997-2002; 2003), Brasil-RS (2002), Iraty (2003), XV Novembro-RS (2003-2004), Caxias (2004-2005), Grêmio (2005-2007) e Corinthians (2008-2010)
Principais títulos: Corinthians: Copa do Brasil (2009), Campeonato Brasileiro Série B (2008) e Campeonato Paulista (2009); Grêmio: Campeonato Brasileiro Série B (2005) e Campeonato Gaúcho (2006 e 2007); Guarani-RS: Campeonato Gaúcho (2002) e Seletiva da Copa Sul-Minas (2002)
Estreia: Corinthians 3x0 Guarani (16/01/2008)

               
PELO CORINTHIANS
J
V E D GP GC %

2008
Amistosos
Campeonato Brasileiro Série B
Campeonato Paulista
Copa do Brasil


2
38
19
11

2
25
9
8

0
10
6
0

0
3
4
3

5
79
24
25

0
29
15
12

100

75
58
73
2009
Amistoso
Campeonato Brasileiro
Campeonato Paulista
Copa do Brasil

1
38
23
10

1
14
13
5

0
10
10
4

0
14
0
1

5
50
41
16

1
54
18
8

100
46
71
63
2010
Amistosos
Campeonato Brasileiro
Campeonato Paulista
Copa Libertadores
Torneio Cidade de Londrina

3
11
19
8
2

2
7
10
6
1

0
3
5
1
0

1
1
4
1
1

10
20
32
12
1

3
12
18
5
1

67
73
66
79
50
TOTAL
185
103
49
33
320
176
65
               
voltar
© acervoSCCP