Basílio (1985, 1986, 1987, 1989-1990 e 1992)

O ex-jogador Basílio, autor do gol que garantiu o título paulista de 1977 ao Corinthians e encerrou um jejum de 23 anos sem conquistas, assumiu o comando técnico do clube em seis oportunidades, somando 116 jogos no cargo. Até 2009 era o décimo treinador com mais partidas a frente do time, mas foi ultrapassado por Mano Menezes. Sua única conquista como técnico foi a Taça dos Invictos-1990, quando o Alvinegro ficou 24 jogos sem derrotas no Campeonato Paulista. Информация nCrowd Promo Codes на сайте.

As primeiras oportunidades no clube foram como técnico interino. Primeiro em 1985, quando ficou no lugar do demitido Carlos Alberto Torres antes de Mário Travaglini assumir a equipe. Depois, em 1986, substituiu Rubens Minelli em nove partidas, alguns amistosos e o início do Campeonato Paulista. Por fim, em 1987, ocupou o lugar do demitido Jorge Vieira no Paulistão até a diretoria acertar com Formiga. No total, como interino, o Pé de Anjo comandou o Corinthians em 19 jogos.

Em 1989, foi efetivado pela primeira vez. O time brigou por uma vaga na final do Campeonato Brasileiro até as últimas rodadas da segunda fase. Apesar de não ter se classificado, Basílio ganhou um voto de confiança da diretoria e continuou no cargo. Em 1990, alcançou a marca de 24 jogos sem derrota no Paulistão, mas uma sequência de empates na fase semifinal tirou o time da decisão, que pela primeira vez teve dois representantes do interior, com Bragantino e Novorizontino, e Basílio foi demitido.

Em 1992, o Pé de Anjo foi contratado pela quinta e última vez no Corinthians. Dessa vez, dirigiu o time em 53 jogos e não conseguiu nenhum título. No Brasileirão, chegou até a segunda fase e foi eliminado em um grupo com Botafogo, Bragantino e Cruzeiro. Na Copa do Brasil, foi eliminado nas oitavas de final pelo Internacional como uma derrota por 4-0 em pleno Pacaembu. Essa derrota acabou definindo o fim da carreira de Basílio como técnico no Alvinegro.

O Pé de Anjo foi substituído por Nelsinho Baptista e só voltaria a ser técnico em 1993, quando aceitou dirigir o Nacional-SP. Basílio comandou o Corinthians em 116 jogos e teve um aproveitamento de 62% dos pontos disputados. Sua trajetória foi marcada pelo elevado número de empates. No total, foram 51 vitórias, 42 empates e 23 derrotas, além de 140 gols marcados e 90 sofridos. Sua única conquista foi a Taça dos Invictos-1990, a quarta na história do clube.

               
DADOS

Nome: João Roberto Basílio
Nascimento: 04/02/1949, São Paulo (SP)
Principais clubes: Corinthians (1985; 1986; 1987; 1989-1990; 1992) e Nacional-SP (1993-1995)
Principais títulos: Corinthians: Taça dos Invictos (1990)
Estreia: Corinthians 0x1 São Paulo (04/08/1985)
1ª Reestreia: Ferroviária 1x1 Corinthians (28/05/1986)
2ª Reestreia: Corinthians 3x0 Goiás (31/08/1986)
3ª Reestreia: América-SP 0x0 Corinthians (26/04/1987)
4ª Reestreia: Esportivo de Passos 2x2 Corinthians (06/12/1987)
5ª Reestreia: Flamengo 0x1 Corinthians (17/09/1989)
6ª Reestreia: Corinthians 1x4 Vasco da Gama (26/01/1992)

               
PELO CORINTHIANS
J
V E D GP GC %
1985*
Campeonato Paulista

1

0

0

1

0

1

0
1986*
Amistoso
Campeonato Brasileiro
Campeonato Paulista
Triangular de Belém

1
1
5
2

1
1
1
1

0
0
3
1

0
0
1
0

2
3
4
2

1
0
4
1

100
100
50
75
1987*
Amistoso
Campeonato Paulista

1
8

0
2

1
4

0
2

2
8

2
8

50
50
1989*
Amistosos
Campeonato Brasileiro

2
16

1
7

1
5

0
4

7
12

3
10

75
59
1990*
Amistosos
Campeonato Paulista


3
23

1
11

1
11

1
1

2
21

2
7

50
72
1992*
Amistosos
Campeonato Brasileiro
Campeonato Paulista
Copa do Brasil

6
25
19
3

3
10
10
2

2
7
6
0

1
8
3
1

13
32
26
6

6
29
12
4

67
54
68
67
TOTAL
116
51
42
23
140
90
62
*computado 2 pontos por vitória para efeito de estatística
   
voltar
© acervoSCCP